Por: Natasha Sá Osório

 

Se você quer saber para onde viajar sozinha, nós damos dicas sobre os melhores lugares no Brasil e também no resto do mundo

Mas, na hora de decidir, é importante saber quais são os lugares onde você NÃO deve viajar sozinha. Seja por segurança ou porque a companhia é fundamental, há destinos que devem ficar por último na sua lista. Confira:

 

Viajar de cruzeironão viajar de cruzeiro

Com certeza você já leu algum romance brega sobre uma mulher que resolve viajar sozinha de cruzeiro e lá encontra o amor da sua vida, vestido de smoking na noite de gala. Se não leu, sorte a sua. Até porque a realidade foge bastante da ficção - viajar sozinha em cruzeiro é a maior furada. O público desse tipo de viagens é feito quase exclusivamente de dois tipos: famílias ou casais que procuram passar tempo juntos. Mesmo nos cruzeiros temáticos, onde pode haver grupos de amigos viajando, você vai se sentir como um peixinho fora d’água. Há poucas pessoas que viajam sozinhas em cruzeiros,  por isso, a grosso modo, a tripulação não é formada para lidar com elegância nesse tipo de casos. 

Outra questão a considerar é que, na maioria dos navios, as cabines são feitas para acomodar pelo menos duas pessoas. O que significa que você pagaria um valor bastante salgado para viajar sozinha. Se, mesmo assim, você estiver sonhando em conhecer um destino que só pode ser feito através de cruzeiro (como as ilhas Galápagos, por exemplo), a dica é escolher barcos que levam até 30 passageiros. O ambiente é intimista e é mais fácil de você conhecer outras pessoas ou curtir seu tempo sem olhares indiscretos.  

 resort

Hospedar-se em resorts 

Tal como os cruzeiros, os resorts foram feitos para casais e famílias. Mas aqui o perrengue é dobrado. Imagine a cena: você está lendo a Mulher Viajante no iPad, sentada junto à piscina, se espreguiçando feliz por poder aproveitar o seu tempo livre como quer, quando aparece um grupo de animação forçando você a entrar na água e dançar o Tindolelê. Quando você se recusa, eles se tornam ainda mais insistentes e ainda perguntam – através do megafone - onde está o seu marido. Que beleza, não é? 

Fuja de resorts. Ponto final. 

 

 

Mais lidas: 
Por quê viajar sozinha é tão bom 
Estudo mostra perfil da mulher viajante brasileira 
Os 10 destinos mais agitados para curtir solteira 


Ir a parques de diversão parque de diversão

A montanha russa desce a toda velocidade e, inesperadamente, tira uma foto de souvenir da sua carruagem. Fanfarrões de cabelo no ar e boca aberta, gritando de emoção e medo. E você está lá, sozinha, sem ninguém para compartilhar as risadas e com uma expressão contida. Não parece muito legal, certo? 

“Quando estava fazendo intercâmbio na Austrália fui viajar pela região de Gold Coast, na costa leste. Lá eles têm cinco parques de diversões [o Movie World, o Wet’n’Wild, o Dream World, o Sea World e o White Water World]. Achei que fosse uma oportunidade única para conhecer alguns dos melhores parques do mundo e comprei um passe que dava para entrar em vários deles, durante alguns dias”, conta Juliana Teixeira, de São Paulo. 

“Descobri que não tem graça nenhuma ir aos simuladores e entrar nas brincadeiras sozinha, até porque eles são quase sempre feitos para pelo menos duas pessoas. Eu passei o tempo todo pensando na minha família e nos meus amigos e como gostaria de tê-los ali. Depois do primeiro dia, não voltei mais.” 

Lição aprendida, Juliana! 

 

Conhecer países inóspito

Tire da lista todos os países que não tiverem embaixada brasileira, que estejam em conflito ou com surtos de doenças. Marinheiras de primeira viagem devem também evitar destinos aparentemente inóspitos, onde uma veterana com sua quota de viagens a solo terá mais jogo de cintura para lidar com choques culturais e situações inusitadas.  

Dá para viajar sozinha em países islâmicos? A África é segura? Depende. Leia nossas dicas sobre esses destinos e converse com outras viajantes. Como elas se sentiram? Como driblar os perigos? Por exemplo, em Dubai há táxis exclusivos para elas, dirigidos por outras mulheres. No Rio de Janeiro, o metrô tem vagões estritamente femininos durante as horas de rush. 

Só quem já foi sabe dar os conselhos certos, mesmo que seja para dizer que é melhor não ir. Mas fique atenta. Se a pessoa dando a opinião tiver uma foto de minissaia na Índia e disser que é um lugar “hiper, mega perigoso”, desconfie. Ela não seguiu as regras e os costumes da região, o primeiro mandamento da mulher que viaja sozinha. Procure conselhos sensatos e faça o trabalho de casa: leia, leia e leia. Ou fale conosco

 

Você passou algum mico ou tem mais dicas de lugares onde NÃO é legal viajar sozinha? Conte para nós escrevendo um comentário embaixo!

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.