Por: Natasha Sá Osório

Entre três vulcões e repleta de piscinas termais, a estação de esqui nos Andes é uma opção de inverno deliciosa para toda a família

Debaixo dos pés, o crac-crac de mil cristais de neve massageia os ouvidos. Os passos custam a fluir por causa das camadas de roupa que protegem do frio e travam os movimentos. Há um certo conforto em andar assim, bamboleando tipo bonequinho Michelin. Talvez seja porque o acolchoamento extra amortece possíveis quedas dos esquis. E talvez porque, para vivenciar o inverno mesmo, é preciso mergulhar na imensidão de neve. Algo garantido em Nevados de Chillán, uma das mais belas estações de esqui da América do Sul. Só que ela tem algo a mais: águas termais que sobem das profundezas e criam piscinas deliciosamente mornas nessa região gelada do Chile.

Nevados de Chillán fica a 540 quilômetros ao sul da capital Santiago, numa área que é destino dos turistas do próprio Chile, o que lhe confere um ar bem autêntico. Está encravada entre três vulcões – Nuevo, Viejo e Nevado. Por isso, nem sempre é fácil chegar. Um caminho tortuoso pelas montanhas perfaz os 80 quilômetros que separam a pequena vila de Chillán, na região Nevados de Chillánde Biobío, até a estação, lá no alto.

Uma vez no topo, há várias opções de hospedagem. Uma boa escolha é o hotel que leva o nome do lugar: Nevados de Chillán. Ele acabou de passar por uma extensa renovação e traz novidades bem quentes. Seus 80 quartos espalham-se na encosta sul de um vulcão, alguns deles virados para as pistas de esqui.

Mais vistos:
Onde passar as férias de inverno: julho é o mês da neve!

Grandes spas no mundo
As 10 melhores banheiras com vista

E bote pistas na paisagem: são 30 ao todo, de diversos níveis, que permeiam o bosque. Entre elas, uma das mais longas da América Latina, batizada de Las Três Marias: nada menos que 6,3 quilômetros. O hotel oferece aulas de esqui e snowboard a preços que começam a US$ 100 por hora, além de aluguel de todos os equipamentos necessários para as aventuras na neve. Também proporciona excursões de randonée, isto é, passeios de esqui com botas especiais, que permitem subir a encosta do vulcão, num trabalho de fitness bem intenso. Também nessa pegada, há lugares destinados para praticar esqui nórdico, uma modalidade em que se “passeia” por longas distâncias, apoiando-se em bastões para melhor equilíbrio. É um tipo de atividade que mistura esporte e contemplação da natureza, cada vez mais na moda no Chile.

O que mais distingue esta estância invernal de qualquer outra são as nuvens de vapor saindo das piscinas de águas termais, que piscinas termaisresultam da atividade vulcânica. Elas podem ser vistas dos teleféricos e usufruídas no próprio hotel. Os oito banhos naturais espalhados pelo complexo rondam os 40 °C, que, contrastando com a temperatura abaixo de zero do ar, funcionam como um relaxante instantâneo. É o final perfeito de um dia cheio de atividades. Ainda mais se você arriscar bebericar o pisco sour – bebida servida na piscina para os que relaxam entre o frio e o calor.

Outra forma de curtir as belezas andinas é sair para uma voltinha em um dos sete snowmobiles disponíveis para aluguel por, no mínimo, meia hora. Ou então nos veículos de neve com cabine, que levam para excursões pela montanha. Ali se pratica o catskiing – passeios para desbravar áreas selvagens como a boca do vulcão ou o glaciar (uma imensa massa de gelo que ladeia a estação). Se você tem medo, saiba que há até um instrutor que fala português, para deixar os visitantes de nosso país mais à vontade. Seu nome é Nickolas Rieutord, e ele também fala inglês e espanhol.

Se a palavra de ordem for relaxar, a dica é aproveitar os tratamentos no spa. Há hidromassagem, massagem com pedras quentes e de lama termal (a fangoterapia), terapias alternativas como reiki e reflexologia, além de diversos tratamentos de estética, como limpeza de pele e drenagem linfática.

O jantar é composto por pratos chilenos com toque italiano, servido em buffet, mas vira e mexe a cozinha prepara variaçõeGrand Hotels temáticas de outros países, com pratos mexicanos, peruanos ou norte-americanos.

Para o chamado après-ski, o hotel apresenta um leque variado de entretenimento. Há música ao vivo, karaokê, show de mágica e bingo. Nos dias de tempestade de neve, é bom passar o tempo no quentinho da lareira ou jogando cartas no salão de jogos.

Uma alternativa é caminhar 10 minutos até o Gran Hotel, escolha igualmente refinada de acomodação em Chillán, pois ali dá para aproveitar o cassino. Cem máquinas caça-níqueis e mesas de jogos compõem o ambiente de jogatina, animado por espetáculos artísticos e sorteios. E mais: os hóspedes do Gran Hotel podem dispor de uma piscina aquecida interna, com uma saída em forma de túnel que dá acesso a outra ainda maior, externa e de águas quentes. Interligada à parte de dentro do complexo, essa piscina termal garante uma experiência inesquecível, já que permite banhar-se ao ar livre (inclusive à noite) sem sentir frio na hora de entrar ou sair.

No Gran Hotel, outra atividade que empolga sobretudo as crianças é a zorb--ball. Trata-se de uma grande bola de plástico em que a pessoa pode entrar e, então, sair rolando pela neve. Garantia de diversão e muitas risadas!
Se essas opções de entretenimento não são do seu gosto, em Valle Las Trancas, que fica a cinco quilômetros, alguns bares funcionam noite fora. Mas não exagere! Pois acordar tarde é um pecado nesse reduto cheio de diversão desde o nascer do sol.

Fotos: Pista de ski em Nevados de Chillán (primeira foto). Nevados de Chillán (segunda imagem, à direita). Piscinas Termais (terceira foto, à esquerda). Gran Hotel (última imagem).

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.