Por: Natasha Sá Osório

 

Nenhuma cidade reúne o romantismo de canais, museus de alta qualidade e monumentos elegantes em uma atmosfera tão boêmia como esta. E o melhor: numa viagem para Amsterdam, os pontos turísticos podem ser feitos a pé. Siga o nosso roteiro pelas atrações da capital da Holanda.

Veja o mapa do percurso através do link ou no final da página. 

 

1 – Casa de Anne Frank 
Início da caminhada na rua Prinsengracht, 267

Comece cedo no bairro de Jordaan visitando a casa que foi o local de esconderijo da judia Anne Frank, autora do famoso diário que conta a história das vítimas do holocausto. Muitas pessoas se emocionam ao visitar o esconderijo. Compre o ingresso com antecedência pelo site para ter prioridade na entrada.Noordermarkt

 

2 – Mercado Noordermarkt e canal Brouwersgracht
A 1020 metros, 12 minutos de caminhada – Noordermarkt, 7

Caminhe devagar pela margem do Prinsengracht até Brouwersgracht: o canal é encantador devido aos barcos-casa e às pontes. Aproveite para ir ao mercado Noordermarkt, onde aos sábados é montado um mercado orgânico e, às segundas, um de pulgas.

 

3 – Igrejas Amstelkring e Oude Kerk 
1680 metros, 21 minutos de caminhada - Oudezijds Voorburgwal, 40 e Oudekerksplein, 23

Passe em frente à magnífica estação central e depois siga para confessar seus pecados na igreja católica Amstelkring. Ela foi construída em 1661 durante o tempo em que a Holanda protestante proibiu manifestações católicas públicas. Logo ali pertinho está a Igreja Velha (Oude Kerk), cuja construção gótica data do século 14.

Distrito da Luz Vermelha 

4 – Distrito da Luz Vermelha
450 metros, 5 minutos de caminhada – De Wallen

Vá do religioso ao profano nesta área repleta de sex shops e shows onde o sexo vira comércio. A Holanda é conhecida pelo seu caráter liberal e o Distrito da Luz Vermelha é a prova disso. Contanto que não fotografe as vitrines com as mulheres, você pode se juntar aos diversos turistas curiosos.

Onde fica o Distrito da Luz Vermelha em Amsterdam? Há vários, mas o bairro De Wallen é o mais famoso da capital holandesa, cujo quadrilátero fica dentro e no entorno das vias Damstraat ao sul, quase até Zeedjik, ao norte, e entre Oudezijds Achterburgwal, ao leste, até Warmoestraat, a oeste (está indicado no mapa).

 

5 – Praça Dam
400 metros, 5 minutos de caminhada

A praça Dam é o coração histórico de Amsterdam. No centro, ergue-se o Monumento Nacional, um obelisco que serve de memorial da Segunda Guerra Mundial. Despontam por ali o museu de cera Madame Tussauds  e a luxuosa loja de departamentos Bijenkorf amsterdam – para fazer comprinhas ou só bater perna.Palácio Real

 

6 – Palácio Real (Koninklijk Paleis)
Na praça Dam

Construído em 1655, o Palácio Real é a estrutura mais grandiosa da praça Dam, ainda mais agora, após uma intensa reforma. Ele está recheado de tesouros de fazer os olhos brilharem, como obras de arte e antiguidades. Não serve mais de residência da família real, mas acomoda visitantes oficiais e tem eventos importantes. Por isso, nem sempre está aberto ao público. Informe-se antes de ir através do site

 

7 – Nova Igreja (Nieuwe Kerk)
Na praça Dam

Logo ao lado do Palácio Real, a sua fachada gótica passou por inúmeras reconstruções e, por isso, hoje apresenta estilos diversos. Por dentro, destacam-se o púlpito ostensivo e o grandioso órgão de Jacob van Campen. Hoje em dia o espaço não é mais usado para celebrar missas. Em vez disso, ele exibe variadas exposições ao longo do ano, que vão desde vestidos
de casamento a artefatos judaicos.

museu de amsterdam 

8 – Museu de Amsterdam 
400 metros, 4 minutos de caminhada – entrada pela Kalverstraat, 92 ou pela Sint Luciënsteeg, 27

Aprofunde sua cultura sobre a capital da Holanda, mas não se confunda: o Museu de Amsterdam é também chamado Museu Histórico. Trata-se de um espaço interativo, de interior modernoso e muita arte de todos os tempos. 

 

9 – Pátio Begijnhof 
200 metros, 2 minutos de caminhada – Begijnhof, 30

Ah, descanso merecido! Depois de tanta caminhada é gostoso relaxar num lugar tranquilo como o pátio Begijnhof, onde o gramado viçoso é rodeado de moradias altas que são santuário da irmandade das Beguinas. A casa de madeira número 34 é conhecida por ser a mais antiga de Amsterdam.

 

10 – Gartine 
150 metros, 2 minutos de caminhada – Taksteeg, 7

Termine sua jornada com um docinho caseiro nesta aconchegante casa de chá. Os donos são adeptos do slow food, isto é, comida orgânica proveniente de mercados locais ou do jardim da casa, que eles cultivam há 11 anos. Espere encontrar pães caseiros, croissants, saborosas sopas, saladas frescas e sanduíches naturais.

 

Comentários

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Filtered HTML

  • Endereços de páginas de internet e emails viram links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd> <p> <iframe>
  • Quebras de linhas e parágrafos são feitos automaticamente.

Gmap

  • Insert Google Map macro.